Somos meros "lulus"; final de ciclo;calendário maia;freqüencias;tsunami novamente;ficção ou realida

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Hiroshima





http://1.bp.blogspot.com/-D4bGaPPTotg/Tiseh1X6FDI/AAAAAAAAAJc/3ji5xdEuESY/s1600/IRO+2.jpg

               Hiroshima
                Ontem, 06 de agosto.
                            Há 67 anos atrás, essa datou marcou o topo da estupidez humana.A 1ª bomba atômica foi lançada o “little boy” que destruiu Hioroshima.
                            Era uma situação de guerra, sim.Mas, em Hiroshima, morreram milhares de mulhere, idosos e crianças, sem se falar naqueles que foram morrendo pela radiação.Foi um tratamento de choque a longo prazo.Uma coisa que, em termos humanos, mesmo você tendo vestido um uniforme, não deixa de chocar.
                            Soldados, e guerreiros, normalmente lutam com seus iguais e de maneira limpa.Não há nada estranho em um combate entre iguais.A rigor, fomos todos, admitamos ou não, preparados para o combate ao longo da jornada, dure ela o quanto durar.Mas, guerreiros, tem honra e nunca agridem mulheres crianças e idosos.Isso seria abrir mão dos princípios que lhes são ensinados desde a mais tenra infância.E, para um guerreiro, a honra é tudo.
                            Outros tipos de bomba não tiveram tanto impacto por terem um nível de destruição quase tópico.Embora, não menos chocante.Quem olhar as fotos de Berlim destruída por bombardeios, sabe disso.Embora outras cidades tenham sido bombardeadas, Berlim foi, simplesmente, o alvo preferencial dos aliados.
                             Aliados...bom, essa palavra tem uma conotação dúbia e sem classificação definitiva.Em época de conflitos, as pessoas fazem opções por um dos lados do conflito.O lado que tiver o melhor marketing irá carrear mais aliados, mesmo se sua causa não for ética.Alguém lembra da Inquisição?Pois é!Havia simpatizantes!E das Cruzadas?Também!E dos golpes de estado na América do Sul?Também.E, alguém, nos dias de hoje, pode alegar ignorância sobre os reais motivos dessas perseguições?Pode mentir que “está protegendo seu povo” sem nehuma culpa?A resposta é NÃO: todos sabemos perfeitamente bem, que o motivo que iniciam as guerras são instintos baixos e mesquinhos.São a cobiça, a inveja, o medo da concorrência e, o pior deles que é o desejo de saquear o país invadido.A História tem mostrado (viu, eu falei para não me obrigar a conhecer a História!) ao logo do tempo que as guerras nada tem de nobre.Embora, quem redija a História seja o vencedor, é impossível olhar o estrago e não descobrir suas reais intenções por detrás dela.
                             Voltando a Hiroshima, ela é e sempre será uma chaga aberta a testemunhar um crime horrendo.Crime contra crianças que deixaram de ter um futuro, que morreram em agonia pelos danos irreversíveis da radiação.Um crime contra mulheres que nunca mais irão colocar um filho no mundo sem se indagar “será que esse mundo é seguro para meu filho?”.Um crime contra idosos que tiveram uma vida laboriosa e organizada e que tiveram sua colheita de bem estar cortada pela bomba atômica.
                              Mesmo sabendo dos kamikazes, não dá para considerar os japoneses um povo inimigo.Inimigos eram os militares que queriam brilhar para o Imperador a qualquer custo.Como sempre, certas elites no lugar errado e na hora errada, indispõe as pessoas contra todo um povo.Assim foi nas Cruzadas, na Inquisição, nos golpes de estado.Essas elites infelizes e alienadas, causaram mais destruição que o próprio tsunami de alguns anos atrás.Sendo minoria, sendo exploradores de seu povo, sendo uma fração inativa (ou quase) da população trabalhadora, eles, com seus argumentos distorcidos, conseguiram arrastar seus países para ações criminosas, para verdadeiros linchamentos sociais.E, como sabemos, linchamento é a arma do covarde, daquele que se esconde atrás da mão alheia.
                              Não sei se algum dia tivemos consciência tão vívida de nossos erros.Mas, hoje, eu lamento por toda essa desgraça, criada em mentes criminosas contra inocentes.
                              Tudo que posso pedir é “perdão, Hiroshima!”.Ouvir as elites sempre é catastrófico.Perdão, mais uma vez!
http://1.bp.blogspot.com/-7rfH79Cds1I/Tj3oXPpV67I/AAAAAAAAAtE/y7CxQ2UuJJU/s1600/hiroshima2.jpg

Nenhum comentário:

Postar um comentário