Somos meros "lulus"; final de ciclo;calendário maia;freqüencias;tsunami novamente;ficção ou realida

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Transcendente



Transcendente

O coração que bate neste peito
E que bate por ti, unicamente
É o coração outrora independente
Hoje é cativo humilde e satisfeito

Quando a hora soar lugubremente
E o laço da vida for desfeito
Quando eu dormir no derradeiro leito
Onde hei de jazer eternemente

E quando fores visitar minha fúnebre guarida
Revivendo a dor da despedida
Branca visão que entre os sepulcros erra

O coração que todo em ti se encerra,
Sentindo-te chegar, alma querida
palpitará de amor dentro da terra
http://2.bp.blogspot.com/_-eBNPGzw8mU/TSU-JsS4WjI/AAAAAAAAAk8/CCqExCqN3OA/s400/coracao-luz.jpg

Nenhum comentário:

Postar um comentário